SEJAM BEM VINDOS

AGRADECEMOS A VISITA!!!!

"Escola é...o lugar onde se faz amigos. Não se trata só de prédios, salas, quadros, programas, horários, conceitos...Escola é, sobretudo, gente,gente que trabalha, que estuda,que se alegra, se conhece, se estima. O diretor é gente, O coordenador é gente, o professor é gente, o aluno é gente, cada funcionário é gente. E a escola será cada vez melhor na medida em que cada um se comporte como colega, amigo, irmão. Nada de ‘ilha cercada de gente por todos os lados’. Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir que não tem amizade a ninguém. Nada de ser como o tijolo que forma a parede, indiferente, frio, só. Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, é também criar laços de amizade, é criar ambiente de camaradagem, é conviver, é se ‘amarrar nela’! Ora , é lógico...numa escola assim vai ser fácil estudar, trabalhar, crescer, fazer amigos, educar-se, ser feliz."
(“A Escola”, poema de Paulo Freire
)

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Tecnologia na educação

A evolução da tecnologia confunde-se com a própria história do homem. mediante a percepção da sua ação ou interação com a netureza, o homem criou e desenvolveu gradativamente diversas estratégias, recursos, utensílios, ferramentas e outros itens que visavam a auxiliá-lo no seu cotidiano, a fim de garantir a sua sobrevivência tanto no aspecto alimentar como na segurança. Inicialmente, utilizando-se de elementos preexistentes na natureza, tais como galhos, ossos, pedras e outros, em benifício próprio, o homem semeou os fundamnetos para o processo de desenvolvimento da humanidade, o que resultou nas modernas tecnologias.
A velocidade do campo informacional necessita de permanente atualização do homem e exige uma nova cultura e um novo modelo social. Essa nova sociedade, também chamada de sociedade do conhecimento, requer novas competências e novas atitudes, exigindo um indivíduo atuante, pensante, pesquisador, com autonomia intelectual.
Cabe então à escola, na condição de instituição responsável pela formação do indivíduo, formar pessoas capazes de lidar com o avanço tecnológico. Precisa colocar o aprendiz em contato com as novas tecnologias da comunicação e informação, bem como colocar a tecnologia em favor da educação.
Esta perspectiva, exige que os professores incorporem à sua prática pedagógica novos meios de promover a aprendizagem dos alunos, visando ao favorecimento da aprendizagem necessária à atuação na sociedade atual. A incorporação do uso de computadores não pode se dar somente nas séries finais do ensino fundamental, mas desde o início da escolarização. Claro que para isso os professores devem estar preparados e a escola também. Para que as aulas com o uso do computador aconteça com sucesso deve haver planejamento, a fim de que os alunos não fiquem somente em sites interativos ou de jogos. Outra dificuldade no campo da tecnologia educacional, ainda persiste há falta de computadores e laboratórios de informática, onde cada professor possa planejar um ou dois dias para realizar suas aulas neste ambiente. Deve haver monitores, mas o próprio professor regente deve levar seus alunos e utilizar o computador para trabalhar de acordo com os seus objetivos, contextualizado com as aulas.
As tecnologias de comunicação não mudam necessariamente a relação pedagógica. As tecnologias tantos ervem para reforçar uma visão conservadora, individualista como uma visão progressista. A pessoa autoritária utilizará o computador para reforçar ainda mais o seu controle sobre os outros. Por outro lado, uma mente aberta, interativa, participativa encontrará nas tecnologias ferramentas maravilhosas de ampliar a interação.
As tecnologias de comunicação não substituem o professor, mas modificam alguams das suas funções. A tarefa de passar informações pode ser deixada aos bancos de dados, livros, vídeos, programas em CD. O professor se transforma em estimulador da curiosidade do aluno por querer conhecer, pesquisar, buscar a informação mais relevante. num segundo momento, coordena o processo de apresentação dos resultados dos alunos.
As tecnologias permitem o novo encantamento na escola, ao abrir suas portas e possibilitar que os alunos conversem e pesquisem com outros alunos da mesma cidade, país ou do exterior, no seu próprio ritmo. Eu, por exemplo, participo de um curso sobre pedagogia hospitalar na Argentina, utilizando a língua Espanhola e interajo com outra professoras do Chile, Argentina, Portugal, Venezuela e Brasil. O uso da internet amplia conhecimentos com abertura para o novo.
É esta abertura que deve ser utilizada nas escolas, seja com o uso do computador, seja quebrando paradigmas de uma visão enraizada nas formas de ensinar.
No mundo nada é novo. O mundo é transformado, sofrendo variações a cada momento.
As novas tecnologias da comunicação e informação enriquecem a prática pedagógica, mas não falam por si sós. O professor é responsável por essa transformação e incorporação. Para que ele possa realizar um trabalho de qualidade, será necessário refletir acerca dos seus próprios paradigmas. A ele cabe reconsiderar o trabalho docente, dominando as tecnologias a assumindo as decisões quanto ao processo de ensino aprendizagem.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

DEIXE SEU RECADO!!

Ocorreu um erro neste gadget

visitas online

Ocorreu um erro neste gadget